Header Ads

Breaking News
recent

O que é Bitcoin


Bitcoin (BTC ou XBT) é o primeiro e mais importante dinheiro eletrônico sem autoridade central, baseado numa tecnologia open-source (código aberto) inédita chamada Blockchain, que foi desenvolvida por Satoshi Nakamoto em janeiro de 2009. Essa tecnologia permite a criação de um “banco de dados” confiável P2P (ponto-a-ponto), o que abre caminho para muitos tipos de inovação, sendo uma delas o próprio bitcoin e outras como contratos descentralizados, por exemplo.
Nota: normalmente emprega-se “Bitcoin” em maiúsculo para se referir ao protocolo (baseado na tecnologia Blockchain) e em minúsculo “bitcoin” para se referir a uma unidade da moeda.
O Bitcoin, além de um bem digital, pode ser considerado também um sistema de pagamento, totalmente independente de qualquer sistema já existente, como cartões de crédito, Paypal, bancos e outros. Sua capacidade atual estimada é de 7 transações por segundo, mas essa capacidade pode ser aumentada com o passar do tempo se houver necessidade. Por ser puramente digital e distribuído, o Bitcoin funciona full time e tem alcance mundial, além de ter locais especializados de troca pela moeda local (chamados de exchanges) nas principais cidades do mundo.
A segurança da rede do Bitcoin, ou seja, o que garante que não existirá um chamado “gasto duplo” do mesmo dinheiro, é o consenso da rede P2P feito pela validação das transações por parte dos mineradores. Para que um minerador consiga incluir um bloco válido na rede, ele precisa utilizar um grande poder computacional. O processo de mineração consiste na realização de cálculos matemáticos para a seleção de quais transações válidas serão incluídas no próximo novo bloco do Blockchain, excluindo aquelas que tiveram uma tentativa de “gasto duplo” naquele período. Cada nó da rede, além dos mineradores, também é capaz de verificar a validade das transações incluídas no bloco. É nesse processo também que aparecem os “bitcoins ainda não descobertos”. A distribuição dos bitcoins é feita de forma previsível, tendo uma queda de recompensa pela metade de 4 em 4 anos. Serão encontrados no máximo 21 milhões de unidades da moeda.
As vantagens de se usar e aceitar bitcoin está na possibilidade de transferências P2P (peer-to-peer), sem custos, sem fronteiras, sem intermediadores e de forma quase imediata. Perfeito para transferências internacionais. É uma moeda global. Não existe uma empresa ou um órgão governamental que interfira na moeda. O bitcoin não pode ser congelado ou produzido em maior escala para atender os desmando de um governo. As transações são públicas e conferidas pelos indivíduos que se juntaram livremente ao projeto. O anonimato que o bitcoin oferece está no fato que não é produzido um histórico de consumo como nos cartões de créditos e contas bancárias. Você pode até comprar seus bitcoins com o cartão de crédito, mas as relações de consumo não são arquivadas por uma empresa privada. Não há saldo mínimo ou máximo de bitcoin em uma carteira. Criar uma carteira para o bitcoin é simples como abrir uma conta de e-mail. É possível fazer pagamentos, doações ou transferências de centavos. A qualidade do código do bitcoin tornam moeda e transações infalsificáveis.

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.